Chá para perder peso: Conheça os principais aliados das dietas para perder peso

Chá para perder peso: Conheça os principais aliados das dietas para perder peso

Ao acordar, depois de comer ou antes de dormir. O chá faz parte da vida da maioria das pessoas e atualmente é uma das bebidas mais consumidas no mundo. É tradicionalmente feito mergulhando as folhas em água quente e é conhecido por oferecer vários benefícios à saúde.

Sabrina Lopez, nutricionista e nutricionista pessoal, observa que cada chá oferece diferentes benefícios à saúde. A maioria é diurética e contém propriedades antioxidantes. Tem chás que ajudam a prevenir doenças, outros que têm efeito calmante, que reduzem os efeitos da TPM e assim por diante ”, diz.

Mas certamente os que se destacam hoje são considerados emagrecedores! Quem nunca ouviu falar, por exemplo, do famoso chá verde ?! Ou chá branco?

Você pode estar se perguntando: o chá realmente ajuda uma pessoa a perder peso? Algumas pessoas garantem isso! Mas vale ressaltar: ajudam no processo, não fazem milagres! Eles só vão oferecer resultados significativos se forem associados a uma alimentação balanceada.

“Perdi 5 kg com o chá verde de pimenta de Caiena”

Adriana Aguiar Pinto Sousa, 46, enfermeira, diz que teve uma boa experiência bebendo Dr. Dukan (uma infusão de chá verde, pimenta caiena e limão que promete ajudá-lo a perder peso, queimar calorias e eliminar as toxinas do corpo).

Porém, é claro, bons resultados foram alcançados não só com o uso do chá, mas também com a adesão total à dieta alimentar. Fiz a dieta Dukan com acompanhamento online no site e perdi 5 kg em 4 meses, saudável e sem fome. O melhor dessa experiência foi criar um novo hábito alimentar, e hoje, mesmo com uma dieta já consolidada, estou escolhendo conscientemente todos os alimentos que vou comer? “, Ele diz.

“Durante minha dieta, eu bebia o chá verde do Dr. Dukan todos os dias. Não tive horário específico, mas adorei tomar porque senti o efeito estimulante e termogênico da pimenta caiena. Gostei tanto que ainda tomo chá mesmo depois de terminar a dieta Dukan. Eu me sinto mais inclinado para o chá, isso me ajuda a fazer exercícios às vezes durante o dia? – diz Adriana.

Mas enfim, quais chás podem realmente ajudar no processo de emagrecimento?

ressalta que os chás podem ajudar no processo de emagrecimento, mas não fazem milagres. “Para sentir os efeitos do chá, é preciso ter uma alimentação balanceada e saudável”, lembra.

Leia mais em: Finawell

1. Chá verde

Sabrina explica que a Camellia Sinensis é uma erva muito útil nesse processo de emagrecimento. “São feitos chás branco, verde e preto, que diferem nas condições de cultivo, preparo e condicionamento da planta”, afirma.

“O chá verde, o mais famoso, é derivado do processo de baixa oxidação da planta e é levemente fermentado”, afirma a nutricionista.

De sabor amargo, sua capacidade de emagrecer se deve principalmente à presença de cafeína e catequinas, que aceleram o metabolismo, fazendo com que o corpo gaste mais energia. Além disso, facilita a digestão, ajuda a regular os intestinos e combate a retenção de líquidos no corpo.

O chá verde está disponível para venda em ervas (geralmente a opção mais recomendada), sachês, pó e até cápsulas. Existem mais algumas versões prontas para uso, mas tendem a ser menos eficazes.

Como fazer chá verde:

Ferva 1 litro de água e, assim que surgirem as primeiras bolhas, retire o fogo. Adicione 1 ou 2 colheres de chá verde de ervas. (O ideal é começar com 1 colher, pelo menos até se habituar ao sabor do chá). Em seguida, mude o som por 2 ou 3 minutos. Coe e beba.

2. Chá preto

Segundo Sabrina, o chá preto feito com folhas de camélia sinusis é mais forte, fermentado e mais oxidado que o chá verde.

Como o chá preto leva um processo de fermentação mais longo, ele tem menos efeitos antioxidantes do que os outros dois chás (verde e branco) e contém muita cafeína, o que ajuda a reduzir o peso ao acelerar o metabolismo.

Graças à cafeína, quando consumida em quantidades suficientes, pode reduzir a sensação de cansaço e sonolência, pois tem propriedades estimulantes, estimula o cérebro e facilita a digestão.

O chá preto é geralmente vendido em ervas e saquinhos de chá.

Como fazer chá preto:

Leve 1 litro de água para ferver e espere que as bolhas apareçam (a água está fervendo), depois desligue o fogo. Adicione 1 ou 2 colheres de sopa da erva. Em seguida, muffle por 3-5 minutos. Coe e beba.

3. Chá branco

Sabrina explica que o chá branco é feito a partir da infusão de folhas jovens de Camellia Sinensis sem oxidação.

Como a planta não é fermentada, ela tem efeitos antioxidantes mais fortes, mas menos cafeína.

Seu forte efeito antioxidante é devido aos altos níveis de catequinas neste chá. Assim, o consumo adequado pode ajudar a prevenir câncer, doenças cardiovasculares degenerativas e doenças cerebrais, além de fornecer proteção antiinflamatória e hepática.

Embora tenha menos cafeína que os chás verdes e pretos, pode auxiliar no processo de emagrecimento devido aos seus efeitos termogênicos.

O chá branco é comumente vendido em ervas, saquinhos de chá e pó.

Como fazer chá branco:

Leve 1 litro de água para ferver, espere as primeiras bolhas aparecerem e desligue o fogo. Adicione 1 ou 2 colheres de sopa da erva. Em seguida, muffle por 4-8 minutos. Coe e beba.

4. Combinar

Sabrina lembra que hoje ouvimos muito sobre o Match, que também é feito de Camellia Sinensis. “Mas o processo de fabricação é diferente, é feito com folhas mais novas que aos poucos vão sendo trituradas e virando pó, retendo mais clorofila, aminoácidos e L-teaninas”, afirma.

O chá é rico em flavonóides e cafeína, considerados termogênicos (ou seja, aumentam o metabolismo) e possuem propriedades antioxidantes (retardam o envelhecimento celular).

Matcha possui uma alta concentração de aminoácidos devido à sua forma de produção, e eles são essenciais para a manutenção da musculatura do corpo. É por isso que o chá é hoje reconhecido por ajudar no processo de recuperação da fadiga muscular, sendo um aliado dos praticantes de exercícios.

Como cozinhar Matcha:

É encontrado em pó, use 1/2 colher de chá de Matcha para 50 ml de água. Ferva a água separadamente (mantenha a temperatura em 70ºC em média). Adicione o pó de Matcha à xícara e despeje água quente, mexendo de vez em quando, para diluir o chá. Ou siga as instruções na embalagem do produto.

5. Chá Karkeja

Segundo Sabrina, a carqueja é outra erva que pode ajudar no emagrecimento. O chá infundido no caule da planta tem um sabor amargo. É indicado para auxiliar na perda de peso, pois tem efeito diurético e laxante. Também é usado para combater problemas de fígado, digestão e controlar diabetes, diz ele.

O chá de carqueja é geralmente vendido em ervas e saquinhos de chá.

Como fazer o chá Karkey:

Leve ½ litro de água para ferver e quando chegar ao ponto de ebulição desligue o fogo e acrescente 2 colheres de sopa de folhas por planta. Deixe o chá de molho por alguns minutos, deixe aquecer, coar e beber.

6. Chá de hibisco

“O hibisco também é muito caro para emagrecer porque acelera o metabolismo, estimula a queima de gordura, é diurético, laxante e calmante”, explica Sabrina.

“Além disso, esse chá previne o diabetes, diminui os níveis de colesterol e triglicerídeos”, acrescenta a nutricionista.

O chá de hibisco pode ser encontrado na forma de ervas (geralmente a opção mais recomendada), em sachês, pó e até mesmo em cápsulas.

Como fazer chá de hibisco:

Aqueça 1 litro de água, quando chegar ao ponto de ebulição, desligue o fogo e acrescente 2 colheres de sopa de hibisco. Deixe por 5-10 minutos, depois coe e beba.

Não faltam chás que podem te ajudar a perder peso! Para descobrir qual é o melhor para você, o ideal é consultar um nutricionista.

Vale ressaltar que todos esses chás, por mais úteis que sejam, devem ser consumidos sem exageros.

“É preciso ter cuidado com o excedente, o ideal antes de consumir qualquer tipo de chá para fins terapêuticos é procurar um médico ou nutricionista”, diz Sabrina.

Como usar chás em uma dieta para emagrecer?

Sabrina observa que os chás devem ser úteis nas dietas de perda de peso. Ou seja, alguns não serão úteis. O consumo deve estar associado a uma alimentação balanceada e, preferencialmente, à prática de exercícios.

“A maioria dos chás que ajudam nessas dietas contém cafeína, por isso é interessante não tomá-los à noite”, lembra Sabrina.

“A quantidade deve ser indicada por um profissional, levando em consideração a personalidade biológica de cada pessoa”, completa a nutricionista.

Além disso, um profissional indicará que tipo de chá é melhor para sua dieta para emagrecer e como você pode comprá-lo (em ervas, saquinhos de chá, pó). E também os melhores ou melhores horários do dia para consumir.

É um erro pensar que o chá, por ser natural, não representa perigo para a saúde se consumido de maneira incorreta. • O consumo excessivo de álcool sem orientação pode causar hipertensão ou hipotensão, arritmias cardíacas, insônia ou gastrite. Certos chás não devem ser consumidos por mulheres grávidas ou lactantes. Então, é interessante prescrever um médico ou nutricionista antes de consumi-los? “, Lembra a nutricionista Sabrina.